Evo Morales comemora ‘fracasso’ do Tratado Transpacífico

O presidente da Bolívia, Evo Morales, comemorou nesta quarta-feira (25) o “fracasso” do Tratado Transpacífico (TPP), por considerar que sua implementação teria destruído as exportações dos países não participantes em favor das nações hegemônicas e suas empresas transnacionais. Na segunda (23), o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou ordem retirando seu país do acordo.
Ao falar na plenária da 5ª Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), Morales assegurou que o TPP teria “sepultado” as médias e pequenas empresas dos países não desenvolvidos.
“O neoliberalismo e a globalização foram feridos mortalmente no próprio centro do poder mundial, a nação americana”, afirmou o governante de Bolívia na reunião de cúpula que está sendo realizada na área turística de Bávaro, na República Dominicana.

Banner.jpg

Publicidades

ANUNCIE-AQUI.png